foto-produto

JP Azeitão Tinto

Tinto
Safra 2015

R$60,00

24 em estoque

Bacalhôa

Considerada a mais bela quinta da primeira metade do século XV ainda existente em Portugal, a Bacalhôa é uma antiga propriedade da Casa Real Portuguesa. Localizados em Azeitão, a Quinta e o famoso Palácio da Bacalhôa constituem um monumento artístico da maior relevância para o País.

Prêmios:

Revista de Vinhos - 14,5 Pontos (2015)

Vinho Tinto Regional Península de Setúbal

Castas: 55% Syrah, 25% Castelão, 20% Aragonez

Estágio: Sem estágio em madeira

Enóloga: Filipa Tomaz da Costa

Primeira Colheita: 1993

Teor Alcoólico (%): 13,5 vol.

Conteúdo: 750ml

  A colheita de 2015 foi produzida 55% a partir da casta Syrah, proveniente de vinhas de areias na zona de Palmela. Os restantes 45% do lote, são constituídos por vinhos de Castelão e Aragonez, provenientes de vinhas em solos arenosos desta mesma região. As castas são vindimadas separadamente, utilizando-se uma vinificação tradicional, com macerações curtas, fermentações a temperatura controlada, para permitir a retenção dos aromas frutados, visando um estilo moderno, cheio de fruta, muito agradável para consumir jovem. A casta Syrah confere a robustez e um toque aromático, dando o Castelão estrutura e aromas de frutos vermelhos, trazendo o Aragonez a elegância e personalidade ao vinho.

 

História:  Em 1996, a Bacalhôa Vinhos de Portugal viu-se atribuir a gratificante menção de Melhor Empresa do Ano pelo autor do “Roteiro Prático dos Vinhos Portugueses”, por tudo quanto fez pela divulgação do vinho através do acréscimo do consumo. A gama dos vinhos da Bacalhôa Vinhos de Portugal são, o que se poderia chamar o resultado de “uma ideia de génio” e um excelente exemplo de boa relação preço/qualidade. O autor do Roteiro escrevia nessa altura a propósito desta figura genial: “António Francisco Avillez conseguiu assim o milagre de devolver o vinho às grandes multidões sem abandonar os produtos de elevada qualidade; evitou que o vinho prosseguisse um rumo elitista que o condenaria à morte súbita.” Agora com nova imagem, explicamos as principais características de cada casta utilizada, para satisfazer os consumidores cada vez mais exigentes e informados.

Notas de Prova: De cor vermelha e brilhante, aroma frutado com dominância das “nuances” de frutos encarnados do bosque, de morangos e ginjas, apresenta-se na boca com sabores idênticos aos aromas, integrados numa estrutura tânica suave e fresca.

Harmonização: Este vinho é ideal para acompanhar pratos leves de carne e bacalhau, podendo ser servido mais fresco que o usual em vinhos tintos (14–16oC).