Catarina 2016

Descrição Rápida

Castas: 41% Fernão Pires, 40% Chardonnay e 19% Arinto

Disponível: Em estoque

R$ 134,30
ou 3x de R$ 44,77

Pagamento no Boleto Bancário

  • Opção com 05% de desconto : R$ 127,59

Pagamento no Depósito / Transferência

  • Opção com 05% de desconto : R$ 127,59
Em 1x sem juros de R$ 134,30Em 2x sem juros de R$ 67,15
Em 3x sem juros de R$ 44,77
Calcular Frete

Informe seu CEP para calcular o valor da entrega.


  • Insira o seu CEP com hífen para o correto cálculo.

OU

Descrição

Vinho Regional Península de Setúbal

Castas: 41% Fernão Pires, 40% Chardonnay e 19% Arinto

Estágio: A casta Chardonnay fermentou parcialmente e estagiou 5 meses em barricas.

Enóloga: Filipa Tomaz da Costa

Tipo de Solo: Argilo-calcários

Primeira Colheita: 1981

Teor Alcoólico (%): 13,0 vol.

Conteúdo:750ml

Vinho produzido com as duas principais variedades portuguesas de castas brancas da Península de Setúbal, Fernão Pires e Arinto e a casta branca mais famosa do Mundo, Chardonnay. Provenientes de vinhas orientadas a norte, plantadas em solos argilo-calcários, nas encostas de Azeitão, da Península de Setúbal. Tanto o mosto Fernão Pires como o mosto Arinto fermentaram separadamente em depósitos de aço inox; parte do Chardonnay fermentou em barricas de madeira nova de carvalho francês 5 meses com “batonnage”.
 

História: Produzido desde a colheita de 1981, foi muito provavelmente a primeira marca Portuguesa de vinho branco a fermentar parcialmente em barricas de madeira nova. Uma das marcas mais antigas da empresa que veio trazer um novo estilo de vinho branco ao mercado Português.

Notas de prova: Apresenta-se muito delicado, elegante, mineral e floral; na boca estas impressões são completadas com notas de fruta amarela, como o pêssego e o ananás, combinadas com sensações sutis de madeira tostada, apresentando um final firme, muito fresco, mineral, longo e complexo. Tem capacidade de envelhecimento positivo em garrafa ganhando complexidade com o tempo, realçando-se notas de frutos secos.

Detalhes

Vinho Regional Península de Setúbal

Castas: 41% Fernão Pires, 40% Chardonnay e 19% Arinto

Estágio: A casta Chardonnay fermentou parcialmente e estagiou 5 meses em barricas.

Enóloga: Filipa Tomaz da Costa

Tipo de Solo: Argilo-calcários

Primeira Colheita: 1981

Teor Alcoólico (%): 13,0 vol.

Conteúdo:750ml

Vinho produzido com as duas principais variedades portuguesas de castas brancas da Península de Setúbal, Fernão Pires e Arinto e a casta branca mais famosa do Mundo, Chardonnay. Provenientes de vinhas orientadas a norte, plantadas em solos argilo-calcários, nas encostas de Azeitão, da Península de Setúbal. Tanto o mosto Fernão Pires como o mosto Arinto fermentaram separadamente em depósitos de aço inox; parte do Chardonnay fermentou em barricas de madeira nova de carvalho francês 5 meses com “batonnage”.
 

História: Produzido desde a colheita de 1981, foi muito provavelmente a primeira marca Portuguesa de vinho branco a fermentar parcialmente em barricas de madeira nova. Uma das marcas mais antigas da empresa que veio trazer um novo estilo de vinho branco ao mercado Português.

Notas de prova: Apresenta-se muito delicado, elegante, mineral e floral; na boca estas impressões são completadas com notas de fruta amarela, como o pêssego e o ananás, combinadas com sensações sutis de madeira tostada, apresentando um final firme, muito fresco, mineral, longo e complexo. Tem capacidade de envelhecimento positivo em garrafa ganhando complexidade com o tempo, realçando-se notas de frutos secos.

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.