foto-produto

Moscatel de Setúbal

Fortificado
Safra 1999

R$250,00

24 em estoque

Bacalhôa

Considerada a mais bela quinta da primeira metade do século XV ainda existente em Portugal, a Bacalhôa é uma antiga propriedade da Casa Real Portuguesa. Localizados em Azeitão, a Quinta e o famoso Palácio da Bacalhôa constituem um monumento artístico da maior relevância para o País.

Prêmios:

2010 - Guia de Vinhos de João Paulo Martins: 17,5 pts

2010 - International Wine Challenge: Gold Medal

2010 - International Wine Challenge: International Trophy

2010 - Revista de Vinhos: 17,5 Pts

2010 - Robert Parker: 90 Pts

2011 - Guia de Vinhos de João Paulo Martins: 17,5 pts

2011 - Guia de Vinhos de Rui Falcão: 17 pts

2011 - Revista de Vinhos: 17,5 Pts

2012 - Vinhos de Portugal: 17,5 pts

Guia de Vinhos de João Paulo Martins: 17,5 pts

DOC Setúbal

Casta: 100% Moscatel de Setúbal

Estágio: 8 anos em barricas de carvalho usadas de 200 litros (previamente utilizadas no envelhecimento de malt whisky) numa estufa com grandes amplitudes térmicas.

Primeira Colheita: 1983

Teor Alcoólico (%): 18,5 vol.

Conteúdo: 750ml

Esta marca é sempre produzida com 100% de uvas da casta Moscatel de Setúbal das nossas vinhas localizadas nas colinas argilo-calcárias da Serra da Arrábida em Azeitão.

Nesta vindima de 1999 foram selecionadas uvas da Serra da Ursa, vinha plantada em 1980 que pela sua localização em altitude, orientação, virada a norte e idade, produz uvas Moscatel de Setúbal com maturações lentas, isto é, não só com riqueza em açúcar mas também ricas em acidez natural e maturação fenólica completa. A sua colheita ocorreu na 4ª semana de Setembro. A tecnologia de vinificação usada é a mais tradicional, que passa por uma curta fermentação em contato com as películas, então parada com adição de aguardente vínica selecionada. O vinho fica em maceração até ao fim do Inverno (5 a 6 meses), conseguindo-se uma extração total de aromas e sabores. É então trasfegado e as suas massas prensadas. Seguidamente estagia em pequenos barris de carvalho, colocados em armazéns especiais onde se verificam grandes amplitudes térmicas. Estas condições de envelhecimento provocam uma concentração e intensidade dos aromas e sabores, que acentua ainda mais a personalidade única destes vinhos generosos.

História: A Bacalhôa Vinhos de Portugal tem vinhas de Moscatel de Setúbal muito antigas nos melhores “terroirs” da região. No início dos anos 80 decidiu pela produção do vinho generoso mais famoso da região, consciente da grande qualidade que estes vinhos adquirem com a idade.
Apostou na tecnologia tradicional tendo acrescentado ao processo de vinificação algumas variações nomeadamente a decisão de a partir de 1983 iniciar a guarda em pequenas pipas de carvalho antigas (cerca de 200 litros), no mínimo de 4 a 5 anos, e, de aplicar no envelhecimento o conceito do torna viagem, estagiando estes barris em armazéns onde se verificam amplitudes térmicas naturais elevadas.

Notas de Prova: Apresenta uma cor topázio dourada, aromas e sabores intensos a flôr de laranjeira, citrinos, doce de laranja amarga, passas, figos e nozes, um palato cheio com um balanço excelente entre a acidez e a riqueza de açúcar.
“Marmelade”, chá Earl Grey, corintos, damascos secos, figos, “rancio”, nozes, são outros sabores que descobrirá. A envolver estes aromas e sabores encontrará uma textura suave onde o equilíbrio entre os gostos, doce, acido e amargo é perfeito. Depois de beber, estas sensações perduram agradavelmente por muitos segundos. Experimentar este vinho é como se estivesse numa aula de prova, dada a sua complexidade e riqueza em aromas e sabores facilmente identificáveis.