foto-produto

Moscatel de Setúbal

Fortificado
Safra 2014

R$80,00

21 em estoque

Bacalhôa

Considerada a mais bela quinta da primeira metade do século XV ainda existente em Portugal, a Bacalhôa é uma antiga propriedade da Casa Real Portuguesa. Localizados em Azeitão, a Quinta e o famoso Palácio da Bacalhôa constituem um monumento artístico da maior relevância para o País.

Prêmios:

2015 - Robert Parker/Wine Advocate: 86 pontos

2016 - Concurso Uva de Ouro: Melhor da Região

2016 - Decanter World Wine Awards: Medalha de Platina e Melhor Fortificado Português abaixo dos 15£

DO Setúbal

Casta: 100% Moscatel de Setúbal

Estágio: 1 ano em meias pipas usadas de carvalho

Enóloga: Filipa Tomaz da Costa

Tipo de Solo: Argilo-calcário

Primeira Colheita: 1989

Teor Alcoólico (%): 17,3 vol.

Conteúdo: 750ml

Produzido 100% com a casta Moscatel de Setúbal de vinhas desta Denominação de Origem, maioritariamente localizadas na serra da Arrábida, viradas a norte. Esta localização, protegida pela serra, dos ventos quentes do sul, confere maturações muito lentas, originando uvas moscatel de setúbal com muito boa acidez natural e fortes aromas frutados. Após uma curta fermentação, parada por a adição de aguardente vínica selecionada e de um período de maceração pós-fermentativa das películas com o vinho durante o Inverno seguinte à vindima, segue-se um estágio de 1 ano em meias pipas de carvalho usadas.

História: Pretendíamos, animados pela mesma filosofia que levou à criação do JP Branco e Tinto, que o Bacalhôa Moscatel de Setúbal, embora com 2 anos de estágio obrigatório fosse um produto mais acessível ao consumidor. A ideia era a de “democratizar” o Moscatel de Setúbal, vinho que como outros vinhos generosos (Vinho do Porto ou Madeira) têm uma certa conotação elitista e de consumo circunstancial (casamentos, batizados, etc.). Hoje o Bacalhôa Moscatel de Setúbal é largamente consumido na região e o seu estilo, jovem e frutado, sugestionou o consumidor a bebê-lo em variadas circunstâncias: fresco com uma casca de limão, como aperitivo, a acompanhar sobremesas confecionadas com chocolate preto ou simplesmente como digestivo, com um bom café.

Notas de prova: Este Moscatel de Setúbal tem um estilo jovem e frutado, com cor de topázio, aromas e sabores intensos a moscatel, flor de laranjeira, citrinos, casca de laranja, frutas cristalizadas, chá e passas; na boca é encorpado, o aroma é intenso e realçado sendo conjugado com sensações de amargo doce, tendo um final muito longo e persistente.

Harmonização: Ideal como aperitivo, acompanhar um café ou uma sobremesa de chocolate preto. Aconselhamos que seja consumido ligeiramente fresco (10ºC).